Dicas para aumentar a restituição do seu IR

Restituição do imposto de renda é a devolução do valor pago em impostos à Receita Federal de acordo com o gasto anual do contribuinte. Tanto pessoa física como jurídica podem receber um retorno em dinheiro com depósito em conta caso tenham feito a sua declaração corretamente. Para saber como aumentar a restituição temos boas dicas a seguir. 

Dicas simples para aumentar a restituição do seu IR

Aos declarantes possuem um valor para pagar e outros para receber ao final do período de declaração. Como receber mais? A gente ensina seguindo as dicas listadas abaixo. 

Faça uma previdência privada

Além de garantir uma aposentadoria mais ‘gorda’, terá um dinheiro guardado para necessidades especiais e declarando há abatimento no imposto. A previdência é um investimento de médio e longo prazo com abatimento no Imposto de Renda 2018 porque ele entra na sua declaração. 

Peça nota fiscal de gastos com saúde

Gastos seus e de seus dependentes devem todos ser listados na declaração anual de Imposto de Renda. Isso porque você paga o imposto pela nota fiscal e recebe isenção por estes gastos considerados extras. 

Toda prestação de serviço e gastos fixos com medicamentos devem ser cobrados nota fiscal e entram no preenchimento da declaração. Vale consultas, cirurgias, internações, medicamentos de uso prolongado e afins. Tanto os seus como de seus dependentes. 

Declare o salário de empregada doméstica

Se há um funcionário em casa de contrato fixo com carteira assinada o seu pagamento deve ser listado também no IR. O pagamento do INSS do contratado gera restituição. 

Declare os gastos com pensão alimentícia

Mas com muita atenção para não entrar na malha fina. Um filho não pode ter dois declarantes para um mesmo gasto. Um pai pode pagar a pensão e a mãe a escola. Cada um lista o gasto com seu dependente mas não o mesmo item para duas pessoas ou os dois terão pendências a serem resolvidas. 

Todos os gastos com dependentes (sejam eles maiores ou menores de idade) devem ser listados. Vale educação, cursos de idiomas, esportes, alimentação, plano de saúde, dentre outros. Só não vale lazer. 

Gastos com educação devem ser declarados

Educação do contribuinte possui direito a imposto de renda. Mensalidade de faculdade, pós graduação, mestrado, doutorado e afins entram na lista de despesas a serem declaradas. Se há a geração de uma nota fiscal todos os meses então deve ser declarada. 

A anotação é importante também para cruzamento de dados. A pessoa jurídica também deve listar o aluno pagante e caso burle impostos a Receita Federal se informa disso por sua declaração. 

Coloque os gastos de reforma do imóvel

Qualquer reparo em imóvel próprio ou alugado deve ser listado para ganhar desconto. Pode ser feito por financiamento ou pago à vista. Vale tanto construção como ampliação e reparo. 

Liste as taxas cobradas em investimentos

Se você possui investimentos então deve listar todos eles porque há taxas cobradas pela financeira para administração a serem abatidas e restituídas. Pode ser de curto, médio e longo prazo.